--- Frase de Agora! ---
"A água é para os escolhidos
Mas como podemos esperar que sejamos nós..
... eu e você?"

Máquina do Tempo: Vaga Viva do Coletivo Ideia Nossa. A única vaga viva do lado de cá da ponte =) Vaga Viva do Ideia Nossa

Destaque da Semana: Onde está o sol que estava aqui?
Ladrões de sol, crise hídrica e êxodo rural

domingo, 26 de dezembro de 2010

Ciclovia Taboão da Serra

Ciclovia Taboão da Serra

Resolvi comemorar meu Natal de forma diferente. Não me rendi às tentações publicitárias de comprar presentes para todos os meus conhecidos no cartão de crédito (aliás, eu nem tenho cartão de crédito).

O post do site 10 por Hora sobre Fim de Ano Sem Publicitários me inspirou! No caminho da casa da Pri, onde iria dar comida e passear com o Beavis, resolvi dar uma volta percorrendo todo o trecho da ciclovia de Taboão da Serra, curtindo este céu azul e sentindo a brisa me levar...

Apesar de toda polêmica que as obras da ciclovia geraram, acredito que a integração e redemocratização da cidade que ela promove é fascinante!

Poder pedalar ou caminhar sob as sombras das árvores à margem do córrego Poá muda completamente a concepção da paisagem que muitas pessoas só conhecem de dentro de um automóvel.

Esse contato com estes fragmentos da Mata Atlântica que ainda restam na cidade me dá mais forças para lutar para que um dia a Bacia do Pirajuçara volte a ter vida e que a cidade volte a pertencer às pessoas e não aos automóveis.

Para tanto convido todos a participarem do Plano de Saneamento da cidade, que terá uma segunda etapa da conferência geral em janeiro, onde assim que a data estiver marcada venho divulgar através de um novo post.

Pelo caminho encontrei diversas pessoas utilizando a ciclovia, não apenas com suas bicicletas, mas também caminhando, fazendo cooper, passeando com seus cachorros e voltando com sacolas de algum comércio próximo. Público bem diferente dos trabalhadores e estudantes que são encontrados indo e vindo do trabalho/escola no horário de pico.

Após percorrer a Av. Armando de Andrade tive uma grata surpresa! Acho que nossa movimentação para que a prefeitura não paralisasse as obras e finaliza-se o trecho Eliseu de Almeida-Cidade Intercap deu certo!

A calçada compartilhada em frente à UBS Akira Tada finalmente saiu do papel!

Agora temos que nos mobilizar para que a prefeitura e o Governo Federal viabilize os outros trechos previstos no Plano Diretor para a cidade.



Ainda não assinou a petição pela continuidade das obras cicloviárias em Taboão da Serra?


Mas há uma triste visão no horizonte que a copa das árvores não conseguem mais esconder...

Há em Taboão da Serra uma especulação imobiliária tamanha que incha cada vez mais nossa densidade populacional. Ergue-se torres residenciais sem prudência alguma, sem pensar na infraestrutura que tantas pessoas demandarão.

O que entristece mais é que me parece que
por detrás de cada torre há um vereador como
facilitador do empreendimento...

Ambos os condomínios ao lado podem ser vistos de praticamente qualquer lugar da cidade, mas eles tinham que estar ali, ferindo a paisagem do Parque Linear do Córrego Poá?

Na bicicletada realizada pelo Instituto Ciclo Br, após a discussão sobre a ciclovia realizada no Pq. das Hortências, em que fomos pedalar ao longo do trecho e dialogar com os moradores insatisfeitos com a obra ouvi um absurdo que me tira o sono até hoje...

Certo morador da região, que indignado com as obras da ciclovia, me vira e diz:

"Esse prefeito não sabe gastar o dinheiro do nosso IPTU! Ao invés de ficar plantando árvores no parque e fazendo ciclovias, por que não canaliza logo esse córrego fedido e abre mais uma pista para desafogar o trânsito..."



Ele falou tudo o que nunca gostaria de ter ouvido. (Hey, prefeito, por favor não lhe dê ouvidos, não, tá?)

Para começar as verbas da ciclovia não são
municipais, veem de um convênio com a Caixa
Econômica via Governo Federal.

E esse cara queria mesmo que não fossem plantadas essas árvores ao lado? E pior! No lugar delas queria que fossem feitas mais faixas para os carros passarem?

Que fazer com um cara desse? Interna esse carrocrata!

- Eu continuarei lutando para que o córrego fedido não seja canalizado e sim para que ele deixe de ser fedido!
- Eu continuarei lutando para que os filhos e os netos desse senhor possam andar na rua da maneira que bem entenderem e não apenas dentro de um automóvel.
- Eu continuarei lutando para que mais árvores, parques e praças sejam criados para que a qualidade de vida aumente e o meio ambiente se equilibre.
- Eu continuarei lutando para que políticas de incentivo ao transporte alternativo e ao transporte público venham à frente de políticas para o transporte individual!

Ao longo desta pedalada vespertina refleti.

Refleti sobre o barulho que forças contrárias fizeram para que a prefeitura deixasse de executar estas obras e me espanto que ao passar as eleições nem ecos são audíveis.

Ainda não compreendo muito bem estas manobras eleitorais. E acho melhor que seja assim...

Se você não sabe do que estou falando, veja a cobertura excelente do Allan dos Reis para o Taboão em Foco sobre a polêmica envolvendo a ciclovia: CicloBR: Projeto da ciclovia é bom, mas falta sinalização (Não deixe de ler os comentários)

Nas fotos ao lado vemos os diferentes usos que
havia comentado no início do post para a ciclovia e seu parque linear: as crianças brincam em segurança, os cachorros passeiam e os skatistas também tem a sua vez!

Chamo a atenção para um elemento comum nas três fotografias: o poste metálico.


Nas duas primeiras fotos são da iluminação, fato tão reivindicado pelos moradores da região e ao lado do skatista mirim da terceira foto é a primeira etapa da sinalização da ciclovia saindo do papel... finalmente!

Ah! Outra grande boa notícia é que parece que Taboão está caminhando para realmente ser uma cidade ciclável!

Paraciclos serão instalados nos equipamentos públicos (escolas, CRAS, quadras poliesportivas, entre outros), agora sim terão utilidade e não estarão sub-utilizados como os existentes ao longo da ciclovia.


Só para finalizar o relato do meu passeio natalino, percebi também que os motoristas estão começando a respeitar a ciclovia. No começo era comum ver pessoas fazendo ultrapassagens pela ciclovia e usando-a como estacionamento. Felizmente não vi nada parecido desta vez e para quem não conhece o CTB fica a dica:

"Capítulo XV - Das Infrações
Art. 193. Transitar com o veículo em calçadas, passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento, acostamentos, marcas de canalização, gramados e jardins públicos:
Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (três vezes)."

E você como passou seu natal?

Abaixo deixo mais retratos deste passeio e convido-os para pedalarem também!

@alvarodiogo "Vá de bike!"

-----

5 comentários:

Marcelo Mig disse...

Muito bom saber que mesmo com algumas pressões retrógradas contrárias, a ciclovia e todos os benefícios que dela advém estão sendo implementados em Taboão.

As melhorias na qualidade de vida são significativas.

Arthur disse...

Também gostaria de passar o Natal pedalando mas não deu!
De qualquer forma, as pessoas começam a aceitar aos poucos essa ciclovia, a partir do momento que ela começa a transformar a paisagem da cidade e ajudar as pessoas. Quanto mais utilizada melhor, porque na visão dos motoristas se ela estiver vazia seria um espaço para o sujeito colocar seu carro e "transitar". Lembro-me que no começo muitos motoristas reclamavam que era um espaço não utilizado por ciclistas (inútil) e que iria piorar o trânsito... Nós sabemos quem transita e quem congestiona!
Abraços.

George Ruchlejmer disse...

"Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras que fizemos ontem" ... Me identifico muito com esse poema deles também!

Álvaro Diogo! Meu camarada d'água! Têm feitos ótimos post's para nosso blog, a partir de hoje começo minha atualização no blog. Post excelente, fotos e mais fotos e fotos de regiões que todos nós conhecemos! Assunto importante!! Ciclovia, que querendo ou não, está sendo integrada na vida dos cicloviários e dos não-cicloviários.

Aposto que até aquele alguem que falou não ontem, usou hoje a ciclovia para algum fim, e baixou a bola do orgulho do orgulho.

"Nos sabemos quem transita e quem congestiona!" .. gostei, faço das palavras dele as minhas!

Deixo também o agradecimento ao pessoal do CicloBR e a toda movimentação que enquanto estagiário da prefeitura que nosso camarada Álvaro prontificou.

Pra mim, 2011 é um ano de mobilizações na minah vida, da minha cidade e das nossas idéias, ou seja, do IdéiaNossa!

Abraço a todos.

http://www.aereozepelim.com (fonda) disse...

bora pe da lar hou hou hou

Rodrigo Martins disse...

Alvaro que bela discrição,
Você faz todos os leitores viajarem com você. Torna algo saudável como gostoso de fazer e convida para um mundo que a midia não mostra!
Exemplo de cidadania!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...