--- Frase de Agora! ---
"A água é para os escolhidos
Mas como podemos esperar que sejamos nós..
... eu e você?"

Máquina do Tempo: Vaga Viva do Coletivo Ideia Nossa. A única vaga viva do lado de cá da ponte =) Vaga Viva do Ideia Nossa

Destaque da Semana: Onde está o sol que estava aqui?
Ladrões de sol, crise hídrica e êxodo rural

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Quase lá: hoje, só 35% da cidade parada

Sei que hoje é meu dia de posts, preciso postar umas resenhas mas fica pro feriado.
Hoje a lentidão na cidade beirou o inferno e minha sorte foi não ter ido a faculdade, aliás, agradecimentos ao meu querido amigo Anderson "Parâmetros" por entregar meu trabalho de topografia e me salvar dessa.
Vou aproveitar e continuar a divulgar a campanha que milhares de motoristas manifestam todos os dias nos horários de pico na cidade, com o apoio da CET, da grande mídia e de diversos políticos: rumo à meta de 300km de congestionamento! 
O texto foi extraído do Apocalipse Motorizado e devidos créditos às fotos e gráficos se encontram lá, pra quem nunca visitou aí vai o link: http://www.apocalipsemotorizado.net/

-----

Quase lá: hoje, só 35% da cidade parada

A cidade de São Paulo bateu hoje o recorde histórico de congestionamento, com a marca oficial de 295km de ruas paradas.


Às 18h58, o monitor online da CET indicava que 35,4% das ruas monitoradas (834km) estavam paradas.


Depois das 19h, o gráfico que mostra a evolução do trânsito ao longo do dia travou: havia ultrapassado o limite de 35% de ruas paradas. Alguns disseram que o relógio da CET chegou a atingir os 298km de marca oficial.

Os comentários diziam que essa foi a maior manifestação de solidariedade à General Motors nesse momento difícil enfrentado pela empresa. Outros disseram que era uma carreata de apoio às declarações do presidente Lula, que quer reduzir definitivamente o IPI dos carros. Uma parcela da opinião pública acreditava que era uma manifestação de milhões de motoristas nas ruas reivindicando a aceleração das obras da nova Freeway que o Governador José Serra pretende construir na Marginal.

Por sorte, a chuva abaixou os ânimos de estudantes, funcionários e professores da USP, que tomaram porrada da tropa de choque ontem dentro do câmpus e pretendiam marchar hoje até a av. Paulista. Se o ato tivesse acontecido, certamente em vez de botar a culpa no feriado ou na chuva, o destaque midiático seria para a ação dos “baderneiros” como a causa do congestionamento.

Independente da confiabilidade nas medições oficiais e dos custos e métodos de manutenção da bomba “sob controle”, é fato que a cidade apresenta a cada dia piores condições piores de locomoção.

Nesse momento de recorde, vale prestar uma homenagem a todos os políticos e técnicos dos mais diversos partidos e escalões que, durante décadas, trabalharam duro para que essa marca fosse uma realidade, contando sempre com a torcida, o apoio e o voto da sociedade “apaixonada por carros”.

Faltou pouco para o estourar oficial das champanhes dos 300km. Uma derrota como a de Marta Rocha, com cheiro de pênalti roubado aos 45 do segundo tempo.

Mas não há de ser nada: nossos bravos homens e mulheres continuarão a trabalhar pelo desenvolvimento e pelo progresso. Mais pontes, mais túneis, mais carros, mais propaganda dizendo que os carros e pontes não têm nada a ver com isso, mais trabalho, mais PIB e mais trânsito para o orgulho da pátria.

2 comentários:

Ge disse...

É complicado, não tenho muito o que dizer, as palavras deste post reivindicam bem nossa inconformação quanto a este fato. Façamos nossas bikes dominarem nossas rotinas antes dos carros.

Barbara disse...

o post me deixou sem palavras!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...