--- Frase de Agora! ---
"A água é para os escolhidos
Mas como podemos esperar que sejamos nós..
... eu e você?"

Máquina do Tempo: Vaga Viva do Coletivo Ideia Nossa. A única vaga viva do lado de cá da ponte =) Vaga Viva do Ideia Nossa

Destaque da Semana: Onde está o sol que estava aqui?
Ladrões de sol, crise hídrica e êxodo rural

quinta-feira, 12 de março de 2009

Mägo De Oz - La Voz Perdida

Soy de un sitio, de un lugar,
de un tiempo que...
llaman eternidad,
y al viento, mi hogar.

Donde la realidad
la puedes cambiar
si sabes preguntar
y no das nada por hecho.

¿A qué sabe el dolor?
¿Es eterno el amor?
¿La amargura es mujer?
¿De qué están hechos los sueños?

¿Cuánto pesa un adiós?
¿Por qué es muda la Paz?
¿Puede dormir la traición?
Pregúntate!!!

Y verás que mi voz
vive en ti, soy La Voz Dormida
de los que el Santo Oficio
consiguió callar.

Si me quieres seguir,
volaremos sobre el arco iris,
donde mueren las penas*
y nacen los besos en flor.
Mi voz vive en ti!!!

He visto Roma caer,
y a Egipto morir,
y a Jesús de Nazaret,
expirar sin saber

que en su nombre iba a nacer
una secta de poder,
traficantes de ilusión,
mercaderes de almas rotas.

¿Por qué es sorda la fe?
¿y ciego el que cree?
¿Sabe un rezo besar?
¿Cuánto cobra el celibato?

¿Está en venta el altar?
¿o lo alquiláis
para uso de un dictador?
en uno Hitler folló!!

Y verás que mi voz
vive en ti, soy La Voz Dormida
de los que el Santo Oficio
consiguió callar.

Si me quieres seguir,
volaremos sobre el arco iris,
donde mueren las penas*
y nacen los besos en flor.
Mi voz vive en ti !!!

He bajado hasta tu infierno,
y a tus miedos pregunté
¿dónde viven los fracasos?
y si aceptan un talón.

He subido hasta su cielo,
su Dios no me recibió,
a su derecha esta Franco
y entre los dos hay un hueco
para Pinochet.

Y verás que yo soy La Voz Dormida,
sígueme, mi voz vive en ti !!!

Y verás que mi voz
vive en ti, soy La Voz Dormida
de los que el Santo Oficio
consiguió callar.

Si me quieres seguir,
volaremos sobre el arco iris,
donde mueren las penas*
y nacen los besos en flor.
Mi voz vive en ti !!!

He ardido en mil hogueras,
me violaron en Perú,
he vivido el holocausto,
la inquisición, apartheid,
dictaduras, poder, pederastia,
la marca del Diablo es la Cruz.

[TRADUÇÃO]

Sou de um local, de um lugar
De um tempo que...
Que chamam eternidade
E ao vento, minha casa

Onde a realidade
Você pode mudar
Se souberes perguntar
E não das nada por feito

O que sabe da tristeza?
O amor é eterno?
A amargura é mulher?
De que são feitos os sonhos?

Quanto pesa um adeus?
Por que a paz é muda?
A traição pode dormir?
Pergunta!!!

E verá que minha voz
Vive em você, sou a voz esquecida
Dos que o santo ofício
Conseguiu calar.

Se quiser me seguir,
Voaremos sobre o arco íris,
Onde morrem as penas*
E nascem os beijos em flor.
Minha voz em vive em você!!!

Eu vi Roma cair,
E o Egito morrer,
E a Jesus de Nazaré,
Morrer sem saber

E que em seu nome iria nascer
Uma seita de poder
Traficantes de ilusão,
Mercadores de almas que se romperam.

Por que a fé é surda?
E cego é o que crê?
Sabe uma reza beijar?
Quanto cobram pelo celibato?

Está à venda o altar?
Ou alugam para o uso de um ditador?
Para um Hitler frouxo!

E verá que minha voz
Vive em você, sou a voz esquecida
Dos que o santo ofício
Conseguiu calar.

Se quiser me seguir,
Voaremos sobre o arco íris,
Onde morrem as penas*
E nascem os beijos em flor.
Minha voz em vive em você!!!

Em baixo está o inferno
E aos seus medos perguntem.
Onde vivem os fracassados?
E se aceitam um talão.

Até a subida ao seu céu
O seu Deus não me recebeu,
A sua direita está Franco
E entre os dois havia um buraco/espaço
Para Pinochet

E veras que eu sou a voz dormida,
Siga-me, minha voz vive em você!!!

E verá que minha voz
Vive em você, sou a voz esquecida.
Dos que o santo ofício
Conseguiu calar.

Se quiser me seguir,
Voaremos sobre o arco íris,
Onde morrem as penas*
E nascem os beijos em flor.
Minha voz em vive em você!!!

Já ardi em mil fogueiras
Estupraram-me no Peru,
Já vivi o holocausto,
A inquisição, apartheid,
Ditaduras, poder, pederastia,
A marca do diabo é a cruz

3 comentários:

Maguita* disse...

Se quiser me seguir,
Voaremos sobre o arco íris,
Onde morrem as penas*

não corrigi porque não sei como traduzir pro português, mas sei explicar... serve? xD

ae penas num é de pena de pássaro... é de sentir pena, sofrimento, dor; ter dó

"Onde morrem os atos de ter dó" ? =x

alguém consegue encaixar? meu dia num ta muito bom não, não to com cabeça pra nada ._.

V - luaR disse...

"...Onde morrem as decepções
E nascem os beijos em flor..."

sei lá... como eu encaixaria xD

V - luaR disse...

aliás... acheia palavra perfeita, "perdões" !

"onde morrem os perdões
e nascem os beijos em flor"

Porque ele diz que a voz dentro de ti foi calada, por aqueles que são do "Santo ofício", não preciso especificar né? ....
E estes são baseados no perdão, a igreja do perdão. Tantos perdões que inclusive estão dando o que falar ultimamente.

Portanto, na estrofe seguinte ele continua no reciocínio dizendo que se abrir os olhos para sua voz dentro de você, voaremos sobre o arco-íres onde não precisamos mais de perdão por algo que fizemos, e nascem os beijos em flor, que são uma forma de "reconhecimento" de teus atos... afinal, a voz vive em você !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...