--- Frase de Agora! ---
"A água é para os escolhidos
Mas como podemos esperar que sejamos nós..
... eu e você?"

Máquina do Tempo: Vaga Viva do Coletivo Ideia Nossa. A única vaga viva do lado de cá da ponte =) Vaga Viva do Ideia Nossa

Destaque da Semana: Onde está o sol que estava aqui?
Ladrões de sol, crise hídrica e êxodo rural

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

2008 e Alguns Versos Meus Parte I

12/01/2008
Nascido para buscar
Tímido e ousado
Os elementos o esperam

Aprendendo a conquistar
A milhas e milhas
Dias novos o esperam

Podemos compreender o incomprrensível?
Podemos identificar o incompreensível?

Ele vê e ouve
E assim saberá o momento certo
Da noite certa
Pelas linhas certas

Ele sonha e realiza
E assim cada vez fica mais perto
Da felicidade de estar livre
Para amar pacificamente

Promessas que nunca serão cumpridas
Pra sempres que nunca serão esquecidos

Desejo, paixão
Alguns pequenos defeitos
Paciência, engajamento
Algumas virtudes importantes

De quedas ele sobe ao quadrado
E de erros vai aprendendo
A subjetividade do objetivo
É tão obscuro quanto as horas que não passam

Um pesadelo, um dia ruim
Tudo tem o seu por quê
Um sonho realizado, um sorriso
Bondade trás bondade

E o ciclo continua...

Bom dia
Não sei o que é nem quem é Deus
Mas sei o que ele deveria ser

Boa tarde
Eu sei que encontrei as respostas
Eu sei que o mundo abrirá seus olhos

Boa noite
Tento olhar pra dentro e encontrar
Tento evitar que fechem meus olhos

Até amanhã de manhã de novo...


18/02/2008
O rio da vida corre
Irreversível
E a calmaria sede à corredeiras

A paisagem é outra
Os navegantes são outros
Mas ainda há melodia

Não descartarei velhos conceitos
E não serei pescado tão facilmente

Agora encho meu tempo
Mas esvazio por dentro
Agora, mudo, eu grito
Ainda cavalgado na esperança

Ah! A esperança
Olho lá fora e só posso repetir versos
Que não repetirei
Mas as coisas vão mudar...

21/03/2008
Tudo continua fluindo
Ações de bondade quitadas na mesma moeda
E ações impensadas levando muitos para baixo

Mais um feriado
Mais momentos de hipocrisia
Escolha sua religião e finja
Finja, mas finja bem

Meio de março
E tudo que parecia distante
Se aproxima à velocidade da luz

Não me perderei mais entre versos
Agora busco o controle
Agora busco o equilibrio
Agora o agora é mais importante do que o agora de antes

Vamos viver!
Viver pra consertar os erros
Vamos quebrar as correntes

3x4 é fácil perceber
Mas como intitular e generalizar?
Ah... Nós não precisamos disso
Não serei eu o capacho, não mais

O relógio corre
Sem perdão
E logo, logo chega a solidão

Não dramatizarei
Pois tudo passa, e nem notamos
Solidão, uma sina?
Solidão, eterno medo

Não temerei coisas impossíveis
Estarei aqui, sempre bem acompanhado
Eu faço meu destino (será?)

Não dramatizarei
Pois tudo passa e nem notamos
Compreensão, necessidade?
Compreesão, eterno desejo

3x4 não se confunda
Uma brisa é uma brisa
E a ventania é uma ventania (5x4)

Brisa, eterna brisa
Leve pra longe essa tempestade
Afaste a ventania
Que por trás de tudo isso há um eclipse
A lua me chama, a lua me chama em 3x4

24/03/2008
Caindo onde pensei que não cairia
Mas ninguém me disse que seria fácil
E todos esses pensamentos em minha volta
Sempre chega a hora de deixar algo pra trás

Será que estou me descobrindo
Por um instante sinto mudanças
E parece que me conheço melhor
E a melodia não tem fim

Eu costumava dizer que nada dura pra sempre
Quando me fiz acreditar no contrário
Tentando fazer meu destino
Mas as escolhas são tão difíceis

E agora fico aqui na beira do abismo
Sozinho, esperando pela eternidade
E as minhas buscas não cessarão
Olho pra trás e vejo que tudo está apenas começando

Toda minha vida solitariamente só
Quando quase ninguém me conhece pouco
E ninguém me conhece por inteiro

Na encruzilhada tropeço e não sei por onde seguir
Não serei outro alguém que talvez alguém queira
Sonharei e talvez o sonho se realize

Não escreverei o que desejam ouvir
Não mais
Agora simplesmente desabafo mais uma vez

5 comentários:

V - luaR disse...

Editei seu post retirando as formtações (que são muitas adicionadas automaticamente pelo word) ok .... veja se faltou algo depois...
e logo mais comento sobre os poemas/poesias mesmo

Bah'* disse...

Óia, cê tem talento!! Eu não sou fã de poemas e poesias e essas coisas mais ainda acho que você tem talento n.n

Álvaro Diogo disse...

Ah... normal... poema é pra literatura algo como a música clássica é pra música... parece um bicho de sete cabeças, muitas vezes díficil de engolir, mas com o tempo torna-se algo tão bom que é díficil viver sem.

^^"

- YuH disse...

Desculpas a demora pra comentar sobre seus poemas Talaio...


Então...ele são muito bons...
Alguns me fazem me lembrar de momentos nostalgicos, ou talvez deprimentes, momentos que quero lembrar mas ao mesmo tempo esquecer.

Muito bom ! =D
Você tem talento !

Álvaro Diogo disse...

Valeu pelos comentários... Escrevi quase nada em 2009/2010, sem contar que perdi um monte de coisa em uma formatação do meu PC, mas vou tentar separar alguns versos novos...

Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...